CNJ mantém afastado juiz que foi a audiência com arma na cintura

Preocupado com a possibilidade de a renovação do afastamento de um juiz do cargo resultar em um ano fora das atividades, o presidente do Conselho Nacional de Justiça, ministro Ricardo Lewandowski, quis saber os motivos para o prolongamento da medida. 
O relator, conselheiro Flávio Sirangelo, explicou que o magistrado andara atrapalhando o andamento das investigações. Além disso, continuou o conselheiro, uma promotora relatou que o juiz aparecera a uma audiência de instrução com um revólver à cintura, sem fazer questão de esconder.
“Escutando isso, não preciso saber mais nada”, convenceu-se Lewandowski, arrancando risos dos que acompanhavam a sessão. O juiz, do Pará, está afastado de sua vara desde outubro de 2014 por conta de um procedimento disciplinar.
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More